BLOG TERCEIRA REVISTA
- Gerando e formando opniões.

Vou [tentar] fazer você se apaixonar por Tati Bernardi.

12:27

TATI BERNARDI.... Sabe aqueles textos perfeitos? Sabe aquelas frases que você precisa realmente? Tudo isso encontrei em TATI BERNARDI e muito mais. E estou aqui para confessar aqui toda a minha paixão por esta escritora, roteirista, colunista e tantas outras coisas que você pode imaginar conhecendo um pouco sobre ela.

Vou agora copiar e colar algumas das palavras dela mesma, que resumi quem seria de fato a TATI BERNARDI.

1.  “Eu trabalhei como redatora durante quase dez anos nas principais agências de São Paulo (W/Brasil, LewLara, Talent, Leo Burnett, Neogama, AgênciaClick…). Aqui não tem meu portfólio porque eu perdi meu portfólio, o que é mais um motivo pra você me achar legal e me passar uns freelas de propaganda”

2. “Eu sou roteirista de programas de TV (no momento, contratada pela Globo) e escrevo também cinema, peças de teatro, curtas, argumentos para produtoras (sabe aquele papinho de que eles só pagam quando aprovar? Produtoras simplesmente odeiam pagar!), sitcoms, e-mails pra quem quer terminar o namoro mas não sabe como... Enfim, eu escrevo. Resumindo”

3. “Eu escrevi durante anos para uma coluna chamada “Neuras” da revista TPM, mais uns anos para a coluna “A mulher honesta” da revista VIP, sou colunista do Blônicas, escrevo muitos textos para campanhas e blogs publicitários e atualmente tenho uma coluna nos especiais da revista Viagem e Turismo.”

Um dos quatros livros que ela escreveu (  A mulher que não prestava, Tô com uma vontade de uma coisa que eu não sei o que é, A menina da árvore e Click Aqui. ) Tenho uma queda enorme pelo livro “ A mulher que não prestava”.

Agora, a parte que mais interessa para passar para vocês, é alguns textos que me identifiquei que foi da autoria da TATI.


"Eu não sei deixar ninguém partir, eu não sei escolher, excluir, deletar. São as pessoas que resolvem me deixar”

“Já chorei muito, já doeu muito esse coração. Mas agora tô, ó, tá vendo? De pedra”
 



 'Se for falar mal de mim me chama, sei coisas terríveis a meu respeito.'

...esquecer você todo dia um pouco pra vida e todo dia muito pro dia. Mas agora, hoje, guarda isso, eu amo demais você.”

E tudo bem, não é você, nunca foi, mas escuta a maluquice: é que nada disso impede que eu sinta um amor absurdo por você.”

Eu estava sempre histérica e hoje eu estava muito quieta, até demais. Talvez seja porque eu não tenho mais a euforia louca de ser amada.”

 Ainda que sentir de verdade pareça uma outra vida, às vezes cansa viver dentro das coisas que invento. Com você, mesmo eu inventando tudo também, dá pra ter essa sensação de desordem, atropelamento, vida dizendo e não minha cabeça falastrona.”
 “Cansei de pedir desculpa por quem eu sou. Cansei de ouvir de todo mundo como é que se trabalha, se ama, se permanece, se constrói. E ficar me perguntando de novo para quem mesmo eu tenho que ser porque só tem graça ser para alguém. E que se foda o amor próprio. ’’

Entre idas e vindas me resumo feliz. Entre altos e baixos me resumo equilibrada. Sendo assim, tá na cara e não tem pane: ando meio mal mas vou sair dessa.”
Essa mesma garotinha mal resolvida que vaga dentro de mim, como um espírito que não aceita evoluir, é a garotinha que quis se curar do medo do amor com um amor tão grande, tão grande, tão grande, que não existe. E ficou sem nenhum.”

Eu mais uma vez me pergunto como é mesmo que se faz a coisa mais profunda do mundo com total superficialidade. Como é que se ama sem amor? Como é que se entrega de dentro de uma prisão? Nunca soube. 
Desculpa. Eu era mesmo uma puta, piranha, vaca, vagabunda. Mas agora, sou só a mesma imbecil que você.”
                   E aqui vai, o meu texto preferido de Tati, acho simplesmente fantástico:

Eu cansei de ser perdoada, compreendida e aceita. Eu cansei do mundo evoluído, porque eu sou bicho e esse mundo evoluído me humilha demais. Alguém aí pode admitir que essa merda de vida dá um medo filho da puta, e que ficar longe de tudo dói, e que ficar dentro de tudo dói, e que estar aqui, agora, dói pra cacete? 

Agora um blog que eu acho super digno para textos como estes, não só da Tati, mas de outros bilhões e bilhões de outros escritores [as] tão bons quanto a ela, e no blog da Carol [sinto que o nome da dona seja este]: http://carolmaiscomc.blogspot.com/.

Foi através deste blog, que eu pude conhecer de perto dos textos da Tati, me apaixonar também pelo Caio Fernando... E tantos outros escritores que não dávamos nada por eles.

Espero que tenham gostado da minha dica. :)

Aonde Encontrar TATI?

Na mídia:

No blog:

E no Twitter:
 
Read On 16 comentários

Siga o Blog Terceira Revista

Quem sou eu

Minha foto
20 anos.Estudante de Publicidade e Propaganda e Designer. Formado em Téc. de Rádio e TV.

Buhlaxa

Buhlaxa
Não se atrase na volta

She Is Glamorous

She Is Glamorous
Para as mulheres e homens com Glamour