BLOG TERCEIRA REVISTA
- Gerando e formando opniões.

E um final de semana no hotel de lixo em Roma, será que vale a pena?

12:52
A ação faz parte do projeto Corona Save the Beach – da marca de cerveja de mesmo nome –, que procura conscientizar as pessoas sobre a poluição do litoral europeu. A mensagem sobre a construção do hotel é: “Esse será o futuro dos nossos feriados se não fizermos nada para preservar nossas praias”. A partir de agora, a praia mais votada durante o ano pelo site da iniciativa será a próxima a ser limpa.

A cerveja Corona encontrou uma forma diferente de prestigiar o Dia Mundial do Meio Ambiente (comemorado em 5 de junho). Comissionou o artista alemao HA Schult, conhecido por criar arte usando lixo, para criar o hotel 'Save the Beach'. O hotel tem 2 andares e pode acomodar até 10 pessoas com conforto.

O primeiro hotel do mundo feito completamente com lixo foi inaugurado em Roma, na Itália, localizado no centro da cidade, perto do Castel Sant Ângelo. Os objetos foram retirados de praias da Europa para mostrar o quanto de lixo é jogado na costa do continente.

O projeto é parte de uma campanha para aumentar a conscientização do público sobre a poluição nas praias. O hotel usou 12 mil kg de lixo. A mesma quantidade média jogada por ano em apenas 3 km² de praias europeias.

Porém, o hotel não é feito completamente de lixo - a estrutura é, na verdade, um sistema muito moderno pré-fabricado em uma fábrica alemã. Os painéis da parede de lixo também foram pré-construídos. O empreendimento, porém, é temporário, e só aceita clientes por quatro dias e sem reservas.

Em entrevista concedida à BBC, o criador Shult explica: "É feito de lixo, porque onde quer que você vá neste planeta há lixo. Estamos vivendo em uma época de lixo no planeta que estamos apenas alugando." O choque da experiência é carregado também para o interior, onde os cinco hóspedes que o hotel tem capacidade de alojar são confrontados com artefatos oriundos do lixo incrustados também nas paredes, depois de desinfectados, é claro.

Segundo a modelo dinamarquesa Helena Christensen, uma das primeiras clientes, o hotel é uma notável obra de arte. "Quando você está no interior, tem paredes como haveria em uma casa normal, mas elas são feitas de resíduos inorgânicos" disse Christensen, que também é uma ativista ambiental. O projeto foi uma ótima forma de chamar a atenção para este problema mundial, focando as atenções para esta questão preocupante: o que fazer com todo o lixo produzido pelo planeta? Pode-se dizer que um hotel é um bom começo.
_______________________________________


Fontes de Texto:




 Fontes de Imagem:


Vídeos Relacionados ao tema:

Read On 10 comentários

Siga o Blog Terceira Revista

Quem sou eu

Minha foto
20 anos.Estudante de Publicidade e Propaganda e Designer. Formado em Téc. de Rádio e TV.

Buhlaxa

Buhlaxa
Não se atrase na volta

She Is Glamorous

She Is Glamorous
Para as mulheres e homens com Glamour